Bitseal

terça-feira, novembro 28, 2006

Problema populacional

Hoje em dia a população e o estado português vivem muito focados no aspecto económico, na viabilidade e sustentabilidade futura da população, é um problema de há muito e que se vai arrastando ao longo não de anos, mas sim de séculos. Portugal mesmo quando era a maior potência mundial no séc XV apesar de ter recurso nunca os soube gerir e privilegiou sempre o conforto e o umbigo daqueles que ditavam as regras na altura, clero e nobreza.
Mas o problema que quero aqui apresentar não é do foro económico mas sim da população. Diz o povo baseado numa pseudo-estatística que por cada homem em Portugal ha 7 mulheres. Pois é , isto talvez fosse verdade nos países que entraram nas grandes guerras mundiais ou quando Portugal vivia na disputa com as ex-colónias. Actualmente a media de idade do português é de 38.5 anos (homem está nos 36.4 anos e da mulher está nos 40.6 anos).

As estatisticas apontam o seguinte:

0-14 years: 16.5% (male 915,604/female 839,004)
15-64 years: 66.3% (male 3,484,545/female 3,544,674)
65 years and over: 17.2% (male 751,899/female 1,070,144)

fonte: CIA - The World Factbook

Entre os 0 e 14 anos não há mulheres que cheguem para todos os homens, isto é um grave problema social e constitui um desequilibro populacional. No futuro haverá menor capacidade de reprodução e um crescimento exponencial da taxa de envelhecimento nacional. Mesmo actualmente a diferença entre o numero de homens e mulheres é apenas de 60129 pessoas. Isto sem saber ainda qual o numero estimativo de homens e mulheres entre os 18 e 48 anos de idade pois esta é a faixa etária mais associada aos nascimentos, é quando o individuo já é adulto, encontra-se em idade fértil e a trabalhar, daí a sua elevada importância.
Calculo que mais uma vez seja nesta faixa etária em que há mais homens do que mulheres o que representa um grave desequilíbrio natural e que irá ter repercussões seja do ponto de vista social e económico.

Pode-se ainda dizer que o homem, tornou-se num ser depressivo e solitário. A competição por uma parceira é demasiado elevada, embora a isto nunca seja dada a devida relevância, pois parte-se do estereótipo, que o homem está sempre pronto para tudo, não sofre nem possui sentimentos e o seu único objectivo com qualquer parceira serão as relações sexuais (essa é a natureza que caracteriza o macho, mas como não vivemos numa forma selvagem, logo essa norma não se aplica).

É melhor que se comece a pensar numa solução para este problema, podem equilibrar as finanças, mas ainda são as mulheres que possuem a capacidade de ter filhos e se isto não for equilibrado num futuro próximo, a população será rica em indivíduos envelhecidos do sexo masculino.

Ps: A famosa teoria da extinção do homem está muito longe de acontecer pelo o que mostram os dados.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial