Bitseal

sábado, fevereiro 23, 2008

Áreas com maior desemprego em Portugal

Ontem foi publicado pelo Ministério da Ciência e Ensino Superior uma estatística relativa aos desempregos inscritos nos centros de emprego com formação superior.

É preciso ter em atenção que infelizmente muitos não se inscrevem nos centros de emprego e outros arranjam trabalho que não na sua área de formação, logo não podem ser quantificados de forma absoluta quais os cursos que formam mais desempregados.

Deixo então aqui a lista, por área de formação indicando o respectivo numero de desempregados inscritos:

Tables

Área Desempregados
Ciências empresariais 6 189









Formação de professores/formadores e ciências da educação 6 023









Ciências sociais e do comportamento 4 976









Engenharia e técnicas Afins 3 210









Humanidades 2 611









Saúde 2 375









Artes 1 751









Serviços sociais 1 735









Arquitectura e construção 1 595









Direito 1 145









Serviços pessoais 1 057









Informação e jornalismo 1 045









Agricultura, silvicultura e pescas 1 031









Ciências físicas 814









Indústrias transformadoras 702









Protecção do ambiente 662









Ciências da vida 550









Informática 324









Matemática e estatística 225









Ciências veterinárias 106









Serviços de segurança 54









Serviços de transporte 24










Área 14 – Formação de professores/formadores e ciências da educação
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Ciências da Educação; Educadores de Infância; Ensino Básico –
1.o ciclo; Ensino de Português e Francês; Professores do Ensino Básico em diversas variantes)

Área 21 – Artes
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Animação e Produção Artística; Artes Plásticas; Cinema;
Conservação e Restauro; Design; História da Arte; Teatro; Tecnologias da Comunicação)

Área 22 – Humanidades
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Arqueologia; Filosofia; História; Humanidades; Línguas e
literaturas modernas; Tradução)

Área 32 – Informação e jornalismo
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Ciências da Comunicação; Comunicação Social; Jornalismo)

Área 34 – Ciências empresariais
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Administração Pública; Auditoria; Contabilidade; Finanças; Gestão;
Gestão de Recursos Humanos; Marketing; Relações Públicas; Tradução e Secretariado;)

Área 38 – Direito
(nesta área incluem-se os cursos de Direito; Solicitadoria; Técnicos Superiores de Justiça)

Área 42 – Ciências da vida
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Biologia; Biologia Ambiental; Bioquímica; Ciências do Ambiente;
Engenharia Biológica)

Área 44 – Ciências físicas
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Engenharia Física; Geologia; Geografia; Física; Química;
Química Aplicada)

Área 46 – Matemática e estatística
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Estatística; Matemática; Matemática Aplicada e Computação)

Área 48 – Informática
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Ciência de Computadores, Informática; Informática de Gestão)

Área 52 – Engenharias e técnicas afins
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Biotecnologia; Engenharia Biotecnológica; Engenharia
Electromecânica; Engenharia Electrónica; Engenharia Electrotécnica; Engenharia Industrial; Engenharia Informática;
Engenharia Mecânica; Engenharia Química)

Área 54 – Indústrias transformadoras
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Engenharia Alimentar; Engenharia Cerâmica; Engenharia de
Materiais; Engenharia de Minas; Engenharia Têxtil)

Área 58 – Arquitectura e construção
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Arquitectura; Arquitectura Paisagista; Engenharia Civil; Gestão
do Território)

Área 62 – Agricultura, silvicultura e pescas
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Ciências Agrárias; Engenharia Agrária; Engenharia Agronómica;
Engenharia Florestal; Engenharia Zootécnica; Produção Animal)

Área 64 – Ciências veterinárias
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Medicina Veterinária; Enfermagem Veterinária)

Área 72 – Saúde
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Análises Clínicas e de Saúde Pública; Anatomia Patológica,
Citológica e Tanatológica; Cardiopneumologia; Ciências Farmacêuticas; Enfermagem; Farmácia; Fisioterapia;
Medicina; Medicina Dentária; Radiologia; Saúde Púbica)

Área 76 – Serviços sociais
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Acção Social; Animação Sociocultural; Educação Social;
Política Social; Serviço Social)

Área 81 – Serviços pessoais
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Ciências do Desporto; Educação Física; Gestão Hoteleira;
Turismo)

Área 84 – Serviços de transporte
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Gestão de Transportes; Pilotagem)

Área 85 – Protecção do ambiente
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Engenharia do Ambiente; Saúde Ambiental)

Área 86 – Serviços de segurança
(nesta área incluem-se, por exemplo, os cursos de Ciências Militares Navais; Engenharia Militar; Segurança no
Trabalho).

Para consultar o relatório oficial: GPEARI

Etiquetas:

1 Comentários:

  • Fiquei na mesma, ao ler esta notícia!
    Se houver 3.000 engenheiros desempregados num universo de 30.000 engenheiros em idade activa e houver 1.000 profissonais de saúde desempregados num universo de 3.000, os profissionais de saúde estão em muito piores lençois qe os engenheiros. Isso não transparece da notícia!

    Por Blogger Manolo Heredia, Às terça-feira, maio 27, 2008 7:52:00 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial